domingo, 30 de janeiro de 2011

Medo

Se o medo nos afastasse de quem nós amamos... Quantas vezes perderíamos alguém?


Sequer amaríamos qualquer pessoa?

O medo de perder... O medo de decepcionar... O medo de que não dê certo... O medo de estar errada... O medo de se separar e nunca mais encontrar.

Pergunto-me se teria sido diferente... Se não tivéssemos medo. Se tivéssemos arriscado. Se não tivéssemos brigado... Se você tivesse voltado... Por que não voltou? Por que foi embora?

Por que isso não muda?

Se não fosse o medo, teríamos ficado juntos? Você estaria aqui? Teria voltado? Beijaria-me de novo? Amaria-me completamente e sem dúvida nenhuma, pelo menos por um instante... por um segundo? Sem dúvidas, sem medo? Apenas amando...

Pena que isso não aconteceu.

Pena que agora olho pela janela buscando as estrelas e me pergunto: Onde você está? Eu ainda vou lhe ver? Você ainda quer me ver? Vai lembrar-se de mim? Ou o medo nós fará brigar, e você incontrolável pela porta vai sair, fugir... Fugir do medo... De mim. Será que mais uma vez sentada no sofá vou esperar você voltar até perceber que isso não vai acontecer e então vou chorar e olhar pela janela  me perguntando: Quando você vai voltar? Será que mais uma vez vou sofrer por você? Pelo seu medo estúpido que no fim se torna verdadeiro, num fim terrível em que fico sem você, e você perde a mim.

Bjs
MaNa

Um comentário:

Anônimo disse...

Legal